Notícias

Giggs eterno #11

Na última quarta-feira (27/11), o Manchester United foi até à Alemanha enfrentar o Bayer Leverkusen em duelo válido pela UEFA Champions League. Com Sir Alex Ferguson nas tribunas, o time mancuniano aplicou uma goleada de 5×0 sobre o adversário. O destaque da partida foi Wayne Rooney que participou de quatro dos cinco gols marcados pelos Red Devils. Mas, outro jogador não passou despercebido em campo, seu futebol em alto nível chamou a atenção até mesmo dos jogadores adversários. Ele seria apenas mais um jogador com uma técnica diferenciada entre tantos outros que existem mundo à fora. Seria se seu nome não fosse Ryan Joseph Giggs,

Mas, qual seria o diferencial de Giggs para os outros jogadores ?! Na última sexta-feira(29/11), Ryan Giggs completou 40 anos de idade, 23 só jogando pelo Manchester United. Nesses anos, Giggs disputou 953 partidas e marcou 168 gols até agora. Giggs possui 13 títulos de campeonato inglês com o Manchester United, um número maior de títulos do que Chelsea e Manchester City.

Giggs se destacou no jogo contra o Bayer por ter dado a assistência para o quinto gol que foi marcado por Nani, por ter corrido mais de 10km e por ter jogado os 90 minutos da partida.

“Eu tenho algumas coisas a dizer sobre Ryan. Na verdade, durante o jogo, o zagueiro do Leverkusen estava me perguntando como ele ainda jogava nessa idade. Eu certamente não estarei jogando aos 40, isso é uma certeza. A sua calma com a bola é impressionante”. Revelou Wayne Rooney após a partida.

Giggs chega aos 40 sem pensar em aposentadoria, inclusive recebeu o aval de David Moyes caso queira renovar seu contrato.

“Quando você chega a esta idade, qualquer decisão sobre continuar jogando é deixada para o fim da temporada. Não esqueçam, ele já faz parte da comissão técnica. Mas, se sentir que quer continuar jogando, ficarei muito feliz com isso”. Disse David Moyes em entrevista coletiva.

Luto: Aos 81 anos, morre Bill Foulkes

Ex-capitão, 4º jogador que mais atuou com a camisa do United e sobrevivente do desastre de Munique, Bill Foulkes morreu no dia 25/11.

Foulkes era zagueiro e estreou pelo United em 1952, vestiu a camisa mancuniana em 688 oportunidades e marcou 9 gols. Em 1954 conquistou a Copa da Inglaterra e em 1958 ele passou por um dos episódios mais terríveis de sua vida, se não o mais terrível. O avião que levava a delegação do United de Belgrado para a Inglaterra, teve que fazer uma parada em Munique e após levantar voo o avião acabou caindo deixando o total de 23 vítimas fatais. Entre elas, oito jornalistas, sete membros da direção e oito jogadores como Duncan Edwards, que era uma das promessas para o futebol inglês.

Dez anos após o acidente de Munique, o United voltou a circular pelas manchetes internacionais, mas dessa vez por um bom motivo. Com uma vitória de 4×1 sobre o Benfica no estádio Wembley, Bill Foulkes ajudou o Manchester United a se tornar o primeiro time inglês campeão europeu.

Apesar de toda sua história com a camisa do Manchester United, Bill Foulkes disputou apenas uma partida pela seleção inglesa. Em 1970 ele se aposentou e agora ele deixa saudades no coração dos torcedores Red Devils.

Especulações: Alex Sandro e Everton Ribeiro são as bolas da vez.

Depois de Leighton Baines e Fábio Coentrão, Alex Sandro é o último nome a ser especulado para ser o possível substituto de Patrice Evra na lateral-esquerda do Manchester United. O brasileiro já era olhado com outros olhos por Sir Alex Ferguson, e David Moyes seguiu com os olhos no jogador que foi revelado pelo Santos e que disputou as Olímpiadas de Londres vestindo a amarelinha da seleção brasileira. No entanto, o passe do jogador está avaliado em R$ 50,5 milhões, o que poderia dificultar a negociação entre o Manchester United e o Porto.

Mas, nem um nome foi mais especulado essa semana nos bastidores de Old Trafford do que o nome de Éverton Ribeiro. Bastou o destaque do Cruzeiro declarar em uma entrevista que gostava do Manchester United quando era mais novo para ‘chover’ especulações sobre o jogador. A imprensa brasileira já afirmou que o Manchester United enviou representantes à CBF para investigar o histórico do jogador para saber se ele tem condições de obter o visto de trabalho que é exigido na Inglaterra. Já a imprensa inglesa, afirma que o time inglês está disposto à pagar o equivalente à R$ 25 milhões ao Cruzeiro para conseguir o passe do jogador, porém o valor é considerado baixo pelos dirigentes cruzeirenses.

Por Walter Junior
www.mufcbr.com

Comentários