David De Gea pediu ao Manchester United que ‘aponte para coisas maiores e melhores’ na próxima temporada, enquanto admite que ser campeão da FA Cup não seria uma temporada verdadeiramente bem-sucedida para o clube.

O goleiro, ganhou o prêmio de jogador do ano do United pela quarta vez nos últimos cinco anos.

De Gea teve outra temporada estelar entre as traves do Manchester United e tem 17 clean sheets (jogo sem levar gol) até o momento – o maior da Premier League. No entanto, apesar do Manchester estar confortavelmente em segundo lugar na tabela e ter a final da Copa da Inglaterra com o Chelsea para jogar, o goleiro da seleção espanhola insistiu que seu time não conseguiu cumprir seus objetivos temporada.

De Gea disse à Sky Sports: “Não temos sido bons o suficiente nesta temporada. Estamos lutando para ficar em segundo lugar e esperamos lutar até o último jogo para garantir que isso aconteça, mas não conseguimos cumprir nosso alvo inicial que era ganhar o título da Premier League.”

“É para isso que todos estamos aqui, é isso que os jogadores do clube querem e também para ter uma boa participação na na Liga dos Campeões, mas também não conseguimos fazer isso.”

“Obviamente, a Copa da Inglaterra é muito importante, um bom troféu para vencer, e nós estamos indo todos para dar o nosso melhor para ganhar isso. Mas não é o suficiente – somos o Manchester United e temos que procurar por coisas maiores e melhores. Isso sempre será o nosso foco.”

O jogador de 27 anos, que também foi indicado ao prêmio de Jogador do Ano da Premier League, também falou sobre os comentários de José Mourinho de que preferiria que um jogador de linha levasse para casa o prêmio de melhor jogador do clube no final da temporada. .

De Gea ressaltou como o papel do goleiro está mudando no futebol, antes de ecoar as esperanças de seu empresário por um novo título em 2019.

Ele disse: “Talvez seja melhor um atacante que marcou vários gols ganhar, ou talvez um meio-campista vença em algumas ocasiões, mas isso é futebol.”

“Eu acho que o futebol está evoluindo e eu acho que o papel do goleiro está se tornando cada vez mais importante no jogo em geral. É assim que acontece este ano. Talvez no ano que vem, vamos torcer para que um atacante possa vencê-lo”.

Comentários