Em maio de 2011, o ídolo holandês Edwin van Der Sar anunciou que se aposentaria após a final da Champions League daquele ano contra o Barcelona.

E aí coube a Sir Alex Ferguson escolher o substituto ideal para ser o titular do gol Red Devil. Os nomes de Manuel Neuer, que ainda era jogador do Schalke 04 e de Rui Patrício do Sporting Lisboa foram especulados. Mas Patrício decidiu ficar no Sporting e Neuer optou por defender o Bayern de Munique. Eis que então que surge o nome de David de Gea, até então goleiro do Atlético de Madrid e atual campeão da Liga Europa.

Após um amistoso contra a Juventus que marcava a despedida de Gary Neville, que também estava se aposentando naquele ano, Sir Alex Ferguson anunciou a contratação do jovem goleiro espanhol. Mas De Gea, que estava defendendo a seleção sub-21 da Espanha no campeonato europeu daquela categoria, disse que nada estava certo sobre sua ida para Manchester.

Em junho de 2011, De Gea finalmente foi anunciado como o novo camisa #1 do Manchester United. Ele assinou contrato de cinco anos e a imprensa inglesa especula que o valor da negociação seria em torno de 19 milhões de libras.

Na sua primeira temporada(2011-12), De Gea chegou sob pressão ao United, afinal substituir um ídolo como Van Der Sar não era fácil. Sua primeira partida oficial foi contra o Manchester City na Community Shield e nessa partida começou a desconfiança da torcida com De Gea, o City abriu 2×0 de vantagem, o segundo gol foi de Dzeko, ele arriscou de fora da área e contou com a falha de De Gea para marcar. Felizmente o United virou a partida para 3×2 e faturou o título.

Após essa falha vieram muitas outras que fizeram De Gea amargar algumas vezes o banco de reservas. Até que em um jogo contra o Chelsea no segundo turno da Premier League daquela temporada, Lindegaard saiu da partida lesionado, o placar era 3×3 e o jogo em Stamford Bridge. O Chelsea pressionava e De Gea foi espetacular fazendo várias defesas que salvaram o United de uma derrota. E a partir daí o torcedor do United passou a dar mais crédito ao espanhol.

Na temporada 2012-13 De Gea começou muito bem. Na primeira partida da Premier League, contra o Everton, ele fez várias intervenções. Porém não conseguiu evitar a derrota de seu time por 1×0. Na partida seguinte, contra o Fulham, De Gea teve falhou mais uma vez o que fez ele amargar novamente o banco de reservas por algumas rodadas e chegou até ser especulado que Sir Alex Ferguson estava procurando um novo goleiro para o United, pois não confiava mais em De Gea.

Após esse tempo na reserva, já era notável uma mudança em De Gea. Ele parecia mais aguerrido e demonstrou isso debaixo das traves. Difícil contar quantas defesas importantes De Gea fez depois de ter recuperado a titularidade. Mas, dois jogos merecem destaque e foram cruciais para ele conseguir total confiança da maioria dos torcedores Red Devils.

O primeiro foi contra o Tottenham pelo segundo turno da Premier League. A partida foi no White Hart Lane, o curioso é que estava nevando naquele dia e até houve uma indecisão sobre a realização da partida. O United abriu o placar logo no início da partida e depois do gol a pressão dos Spurs foi enorme do início ao fim da partida e De Gea fez duas defesas muito importantes que evitaram o empate até então. A primeira foi após um chute forte de Gareth Bale e ele fez a defesa com os pés. Na segunda etapa, novamente com os pés, De Gea evitou o empate mais uma vez. Dessa vez, Dempsey entrou na área e cara-a-cara finalizou para mais uma defesa espetacular do goleiro espanhol. No fim o inevitável aconteceu e depois de tanta pressão o Tottenham conseguiu empatar a partida.

A segunda partida foi contra o Real Madrid na partida de ida das oitavas de final da Champions League. A partida no Santiago Bernabeu terminou empatada em 1×1 e o melhor jogador da partida foi De Gea. Ele conseguiu parar o ataque do time espanhol em várias oportunidades e de todas as maneiras. Defesas seguras, com a ponta do dedo e até com um voleio.

Após essa partida não foi mais discutida a titularidade de De Gea. Ele provou à todos do que é capaz e que um dia pode se tornar um dos melhores goleiros do mundo se não o melhor.

A temporada 2013-14 ainda está no começo, mas De Gea vem mais uma vez mostrando seu trabalho de forma esplêndida. Várias partidas foram decididas através de suas defesas. Como contra o Sunderland. A partida terminou 2×1 para o United e durante a partida, De Gea fez uma bela defesa evitando o que seria o empate do Sunderland.

Na partida contra o Tottenham na última rodada (01/12), De Gea completou 100 jogos vestindo a camisa do Manchester United. Ele ainda é contestado por alguns torcedores. Mas, sem sombra de dúvidas o United fez uma ótima escolha por David De Gea. Ele tem uma habilidade e uma técnica muito grande e é jovem, tem muito o que evoluir e creio que depois de Schmeichel e Van Der Sar, De Gea tem tudo pra se tornar o mais novo ídolo dos gols Red Devils.

Por Walter Junior
www.mufcbr.com

Comentários