A imprensa inglesa noticia que, o belga Fellaini processou a New Balance, sua ex-fornecedora de chuteiras, afirmando que elas causavam “danos consideráveis” aos seus pés quando jogava com elas.

Segundo a mesma fonte, o volante belga pediu cerca de 2,1 milhões de libras (R$ 10,8 milhões) de indenização da marca que lhe pagava 600 mil (R$ 2,6 milhões) em um contrato de quatro anos, entre 2012 e 2016.

Em documento judicial, Fellaini afirmou que as chuteiras eram de baixa qualidade e o roupeiro tinha de alargá-las antes dos jogos. No processo, outros motivos foram citados, tais como “perda de emprego”, “inconveniência” e “impacto na performance”.

A New Balance respondeu afirmando que seu antigo cliente havia dito que as chuteiras eram “perfeitas” e, inclusive, teria pedido mais 12 pares novos.

Comentários