Notícias

Os donos do Manchester United, a família americana Glazer, estão abrindo mão de cerca de £20 milhões de libras por ano ao rejeitarem a oportunidade de venderem os naming rights do Old Trafford.

Já são 10 anos desde que a família americana comprou o United numa aquisição pra lá de controversa que acabou mergulhando o clube numa dívida que chegou a alcançar o total de £525 milhões em maio de 2005.

Os torcedores do United têm opiniões bastante divididas em relação à família da Flórida e, mesmo que nos últimos anos a hostilidade em relação aos americanos tenha diminuído, qualquer movimento que fizessem para mudar o nome de Old Trafford correria o risco de gerar protestos hostis por parte da torcida.

Contas trimestrais publicadas em fevereiro revelaram que atualmente a dívida do clube é de £380 milhões. Na próxima quinta-feira o United deve publicar novamente suas contas trimestrais.

Os Glazers continuam comprometidos com sua estratégia para conseguir acordos de parceria em todo o mundo para aumentar a renda comercial do clube. E com o clube praticamente assegurado na próxima UEFA Champions League, que vai valer cerca de £50 milhões de libras aos cofres do United, não há desejo entre os Glazers ou na hierarquia do United em considerar uma oferta e venderem o nome do estádio.

Por Raphael Wellerson
www.mufcbr.com

Comentários