Notícias

Manchester United se salvou de uma punição da UEFA, sobre cânticos feitos por torcedores sobre o desastre de Hillsborough, durante a derrota na Europa League contra o Liverpool semana passada em Anfield.

A UEFA, disse que não iria tomar medidas após o United condenar os torcedores que zombaram os torcedores do Liverpool sobre as 96 mortes que ocorreram em Hillsborough durante a FA Cup de 1989 na semifinal contra o Nottingham Forest. Foi relatado também, que houve cantos sobre a tragédia de Heysel de 1985, quando 36 pessoas na final contra a Juventus foram mortos, devido a um desabamento depois de confrontos contra torcedores do Liverpool. No entanto, o canto não foi mencionado na sumula oficial do jogo e portanto nenhum processo disciplinar não foi iniciado.

Uma declaração do United, condena esse cântico e outros: “Tem sido sempre a posição do Manchester United, condenar esse tipo de cânticos, que se referem a tragédias históricas, isso não tem lugar no jogo e não reflete os valores que o clube defende. Estamos em discussão com grupos de fãs em busca de apoio na prevenção desse tipo de comportamento no futuro.”
Há também um histórico de cânticos desagradáveis por parte da torcida do Liverpool ao acesso no estádio sobre o desastre aéreo de Munique.

Antigo meia do Liverpool, Ray Houghton condenou o canto, dizendo: “Havia pessoas na multidão que perderam entes queridos em Hillsborough e isso é duro. É algo que não queremos ouvir, pois isso já aconteceu com o torcedores do Manchester com a tragédia de Munique. É desnecessário.”
Manchester e Liverpool voltam a se encontrar pela Europa League, no dia 17/03 pelo jogo de volta em Old Trafford.

Comentários