1014120_679425408750870_1121440405_n

O Manchester United anunciou que Ryan Giggs e Phil Neville farão parte da comissão técnica do clube na próxima temporada.

O galês de 39 anos será jogador-treinador, enquanto o irmão mais novo de Gary Neville pendurou as chuteiras na temporada passada quando jogava pelo Everton ocupará o cargo que era de Rene Meulensteen (que deixou o clube junto com Sir Alex Ferguson e Mike Phelan).

Ryan Giggs já tem seu contrato renovado por mais 1 temporada como jogador, mas ele fez o curso para obter a licença de técnico da UEFA.

“É um grande privilégio ser designado jogador-treinador. Espero ser capaz de ajudar com a minha experiência, tendo sido jogador e parte da família Manchester United há tanto tempo. Não é segredo que eu fiz o curso para obter a licença de técnico da UEFA, o primeiro passo para minha nova carreira. Estou realmente ansioso para começar a trabalhar com David e sua a equipe.” – disse Ryan Giggs.

David Moyes anunciando tal nomeação:

“Estou encantado com o fato de Ryan ter aceitado a oportunidade de se tornar jogador-treinador. O seu sucesso e a capacidade de adaptação ao longo dos vários lhe dão uma perspectiva inigualável do futebol moderno. A sua carreira é um exemplo para qualquer jovem jogador e estou certo de que ambos, ele e os jogadores vão se beneficiar com o seu novo papel.”

O novo treinador do Manchester United também falou sobre Phil Neville:

“Eu conheço e tenho trabalhado com Philip já faz oito anos, e nesse tempo eu conheci sua dedicação, capacidade em liderar e seu apetite em trabalhar pesado. Além disse, é claro, ele entende o clube muito bem e acho que sua adição à equipe de treinamento será valiosa.”

O ex-lateral direito de 36 anos que começou sua carreira de jogador no Manchester United em 1995 e foi para o Everton trabalhar com Moyes em 2005 até a temporada passada, disse que não resistiu a oportunidade de voltar a trabalhar no clube.

“Quando me aposentei do futebol, eu sabia que queria continuar no esporte; é algo que tenho me preparado para ser ao longo dos últimos anos. Então, quando David me ligou para dar esta oportunidade, não pude resistir. Eu dei tudo de mim quando jogava no Everton, não é segredo que este clube está no meu coração. Eu realmente gostei de trabalhar com David e sua equipe como jogador, e eu acho que junto com Ryan podemos fazer uma real contribuição para o Manchester United.”

Por Tiago Alexandre
www.mufcbr.com

Comentários