Colunas

Até agora o Manchester United só tem de oficial, a contratação do jogador Memphis Depay, além das voltas por empréstimo dos jogadores Ángelo Henriquez (atacante que estava no Dinamo Zagreb), Javier Hernández, vulgo Chicharito (estava no Real Madrid), Nick Powell (meia que estava no Leicester City) e Nani (que estava no Sporting de Portugal). Tivemos também as saídas confirmadas de Tom Cleverley (que já estava emprestado mas foi comprado pelo Everton), o goleiro Ben Amos e o zagueiro Tom Thorpe, além de Falcao Garcia que retornou ao Monaco. Mas o que precisa o United para ter um elenco mais competitivo? Fizemos uma análise de cada posição para ver se temos um titular “top de linha” e um bom reserva que esteja preparado para suprir certas ausências dos possíveis titulares.

Pegando como base o esquema mais utilizado por Van Gaal na temporada 2014/2015, que foi o 4-2-3-1, podemos começar a brincar com o elenco que temos atualmente sem contar com nomes que são especulados diversas vezes pela mídia em geral e ressaltando que serão utilizados jogadores em suas posições de origem sem improvisações, como foi o caso do Valencia na última temporada jogando pela lateral direita, sendo que geralmente na sua carreira ele foi um ponta ou ala direito.

No gol temos David de Gea e Victor Valdes (Estamos bem servidos de goleiros); na zaga temos Marcos Rojo apenas como bom nome para ser titular com Jones e Smalling como bons reservas (Precisamos de um zagueiro para ser titular); as laterais direita e esquerda estão em péssimas situações tendo apenas Luke Shaw como bom nome para ser titular na esquerda (Precisamos de dois laterais direito e um esquerdo); de volantes temos Ander Herrera e Blind como nomes para serem titulares revezando com Fellaini e Carrick (Estamos bem servidos de volantes); na ponta direita temos Di Maria e Valencia, na esquerda Young, Januzaj e Depay, no meio apenas o Juan Mata e a jovem promessa Andreas Pereira; no ataque temos Wayne Rooney e Van Persie (Talvez a chegada de mais um atacante seria uma boa pro elenco).

Claro que isso é só uma ideia de um torcedor e não estou na cabeça do Louis van Gaal para decidir por ele, mas acho que se ele tiver o mínimo de bom senso e sabedoria (que sei que ele tem tudo isso), saberá que somente a chegada de Memphis Depay não é suficiente e que o elenco tem carências em alguns setores ainda, mas me preocupa muito o fato de que a pré-temporada nos EUA já começa em menos de 20 dias e não houve uma movimentação significativa em relação a última temporada, como se tivesse tudo 100% bem. VAMOS MOSTRAR NOSSA FORÇA NO MERCADO DA BOLA TAMBÉM LOUIS VAN GAAL!

Por Lucas Andrade
www.mufcbr.com

Comentários