Colunas

O Manchester United não ganha um campeonato de expressão (como Uefa Champions League e Premier League) a duas temporadas, o que coincide com o tempo sem a lenda Sir Alex Ferguson. Nesse meio tempo, o United só ganhou uma Community Shield em 2013 contra o Wigan, título que não tem tanta importância assim. Para um clube acostumado com títulos grandes vindo de forma rotineira, duas temporadas é considerado uma eternidade e tempo para acontecer diversas mudanças, tendo como exemplo o elenco, que mudou consideravelmente das últimas temporadas vencedoras do clube.

Primeiramente, comparando o atual elenco da temporada 2014/2015 com a temporada 2007/2008 (temporada da última Uefa Champions League vencida pelos Red Devils), pegando a escalação da final contra o Chelsea, do time relacionado para esse jogo, apenas dois jogadores ainda estão no atual elenco (Michael Carrick e Wayne Rooney), sem contar Ryan Giggs que faz parte da atual comissão técnica do United.

Agora, comparando com o elenco do Mundial de Clubes da Fifa 2008, temos a inclusão nessa lista de jogadores em comum com a atual temporada, Rafael e Evans, que inclusive, participaram da decisão contra a LDU (Equador) vencida pelo United por 1×0, assim como Rooney (que fez o gol do título) e Carrick.

Comparando agora com o time que venceu a Premier League 2012/2013, pegando como referência o jogo entre o United e o Newcastle em Old Trafford no boxing day de 2012, partida em que acabou com um fantástico 4×3, temos em comum com a atual temporada os jogadores David de Gea, Smalling, Evans, Carrick, Valencia, van Persie e Lindegaard que participaram dessa partida, além de Januzaj, Blackett, Young, Rooney, Jones e Rafael que não participaram desse jogo, ou seja, 13 dos 32 jogadores do atual elenco, menos da metade. Com isso, podemos notar que já passou da hora de uma nova história ser escrita no clube, com um novo elenco vencedor de títulos de alta importância como Uefa Champions League, Premier League e Mundial de clubes e todos torcedores esperam que seja nessa temporada 2015/2016.

Por Lucas Andrade
www.mufcbr.com

Comentários