Colunas

www.brasilspurs.com

Em Manchester, regularidade fora um termo desprezado desde o início da temporada. Apesar de atravessar a sexta partida consecutiva sem derrota, a eficiência da equipe vem sendo fortemente contestada. O “time das copas”, já que procede êxitos em tais torneios e coleciona frustrações na Premier League, está a 13 pontos do líder, Chelsea, e ainda não derrotou um grande adversário na liga nacional. A Europa League, que primordialmente foi menosprezada, atualmente é o caminho mais racional de conseguir uma vaga direta para a Uefa Champions League. Porém, é demasiado arriscado confiar exclusivamente em um campeonato de “mata-mata”, o qual destinos são traçados em um curto período. Então, em um cenário desafiador, José Mourinho terá a chance de manter viva a possibilidade de concorrer ao título (ou ao menos pelo G4). Infelizmente, será diante dos Spurs, a melhor defesa da Inglaterra e um time ávido por vitórias.

Ambas as equipes se reforçam com o retorno e a recuperação recente de peças importantes; Bailly e Mkhitaryan nos Devils; Toby Alderweireld e Harry Kane nos nortenhos de Londres. Além de estarem antecedidos por “bons resultados”.

O duelo também cravará o encontro entre dois técnicos badalados, o Special One, velho conhecido na PL, e Mauricio Pochettino,  a novidade construindo uma empolgante carreira.

O United mantém uma elevada posse de bola, além de robustez ofensiva. Entretanto, os Spurs, semelhantemente aos Blues, expressam uma vasta ocupação o no setor defensivo dos seus adversários, ocupando bastante espaço e “engolindo o meio-campo”. O embate, caso ocorra como esperado, promete apresentar duelos táticos ferozes e muita correria. Certamente, um dos melhores jogos até aqui e que poderá ser decidido com falhas alheias.

Como ambos pretendem aproveitar o entardecer do domingo com 3 pontos a mais na tabela, dificilmente assistiremos a um jogo despretensioso. Os londrinos estão próximos da zona de classificação à Champions. Os mancoonians não admitirão o desperdício de pontos preciosos.
Nessa conjuntura, presenciaremos o jogo do semestre!

Comentários