Competições

» PRÉ-JOGO

Antes do jogo o United prestou homenagem aos 18 ex-jogadores mortos em batalhas e/ou guerras que já defenderam o clube na história. Manchester United e Crystal Palace se enfrentaram pela Premier League no Old Trafford no último domingo. Um jogo que tinha tudo pra ser fácil para o United se considerarmos os elencos e os nomes das duas equipes. Infelizmente pra nós não foi o que aconteceu.

O Manchester United mais uma vez foi para o jogo remendado, cheio de lesões e algumas improvisações. O treinador holandês colocou o jovem McNair na zaga, fazendo parceria com o Blind, que foi recuado do meio. Carrick entrou na posição do Blind, fazendo o meio campo com o Fellaini e Di Maria. Além disso, mais uma vez o Rafael não jogou, lesionado, assim o Valencia foi para a lateral direita.

» O JOGO

O jogo começou bem para o United, o jovemJanuzaj, com menos de 1 minuto, recebeu e chutou de esquerda por cima do gol, fazendo parecer que o jogo seria naquele ritmo, United no ataque, pressionando e o Palace tentando se defender.

O time do Van Gaal, como sempre, teve uma bom controle do jogo, principalmente no primeiro tempo. Antes dos 15 minutos, chegamos a ter 85% da posse. Foi mais ou menos nesse período que começou o drama da partida. O Palace começou a perder o medo, vendo que o United tinha a posse de bola mas não fazia nada com a mesma, só tocava de lado, sem objetividade e sem levar perigo ao gol.

Com esse novo esquema, a falta de ritmo do Carrick e a lentidão do ataque, a tônica do primeiro tempo foi essa, time tocava a bola de lado e esperava um milagre pra fazer o gol. Di Maria tentou chute de fora da área e o Van Persie fez uma jogada individual, chutando de direita e a bola sendo cortada pela zaga. Depois o Shaw, que foi o melhor da partida,apresentando o bom futebol do ano passado, fez boa jogada pela esquerda, avançando pelo meio e chutando pro gol, quase fazendo o seu primeiro com a camisa do United, infelizmente Speroni estava lá pra fazer a defesa.

Aos 36 minutos o primeiro susto, em uma jogada individual, Delaney avança pela esquerda, e faz o cruzamento, a bola bate no Blind e vai para escanteio, não entrou por pouco. Aos 39 foi o grande momento do Palace, num chutão pra frente, a dupla de zaga não se entendeu e após uma grande falha do Blind, Campbell ficou sozinho cara a cara com o De Gea, ele tentou o toque por cobertura mas, foi muito forte e a bola passou por cima do gol. O primeiro tempo foi assim, bem fraco, uma das piores atuações que já foram vistas no Old Trafford.

» SEGUNDO TEMPO

O começo do segundo tempo foi como no começo do primeiro, United começou pressionando, conseguindo escanteio e com um chute do van Persie. Também parecia animador. Infelizmente também só pareceu amador. O time continou com seus problemas de criação. RvP ficava sozinho na frente, sem chances de gol, Januzaj sem passar a bola e errando sempre, Rooney sumido e Di Maria tentando, mas sem exito (o que deixou os torcedores preocupados, já que o Scholes começou a falar que o argentino está infeliz no clube).

Aos 62 minutos o Van Gaal fez a primeira mudança, colocando o Mata e tirando o garoto Januzaj, que mais uma vez não correspondeu. A entrada do Mata mudou o esquema tática, voltando ao losango do começo da temporada. Numa jogada inesperada, o Mata tabelou com o Di Maria, limou pra esquerda e chutou, a bola desviou na zaga e enganou o Speroni, que deu uma bela de uma ajuda, colocando a bola pra dentro do gol. Manchester 1 x 0 no Palace. O Mata comemorou o jogo de forma exemplar, mostrando que está incomodado com a reserva e que quer mais chances.

Após o gol, o Van Gaal colocou o jovem Wilson, que vem recebendo várias chances, no lugar do Di Maria, deixando o time com Wilson, RvP, Mata e Rooney na frente. Essa alteração fez o time voltar a jogar no esquema do começo do jogo, esquema que não se encaixa de maneira alguma com os jogadores que temos. Perdemos a criação e o jogo continuou no ritmo que estava, sem emoção.

Aos 82 minutos apareceu uma jogada, com o Rooney passando pro van Persie, o holandês chutou e foi travado, na rebote o Mata tentou um chute e mandou na trave, na sobra o Van Persie isolou. Com 87 minutos a última jogada com perigo, quando o Rooney invadiu a área e chutou errado, pra fora.

Acabou assim, numa partida apagada e sofrida, Manchester United 1 x 0 no Crystal Palace. Com o resultado o United foi pra sétima posição, 13 pontos atrás do líder Chelsea e dois atrás do West Ham, que é o quarto e ocupa a última vaga para a Liga dos Campeões.

[divide icon=”square”]

Detalhes

Escalações

Manchester United: De Gea; Valencia, McNair (Fletcher 90), Blind, Shaw; Carrick, Fellaini; Januzaj (Mata 64), Rooney, Di Maria (Wilson 71) e van Persie.

Crystal Palace: Speroni; Mariappa, Dann, Delaney, Ward; Bolasie (Gayle 81), McArthur, Ledley, Puncheon; Chamakh (Bannan 81) e Campbell (Doyle 90).

Gols

Manchester United: Mata (67′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Valencia (83′)
Crystal Palace: Ward (35′), Delaney (38′) e Bolasie (64′)

Por Victor Dassiê
www.mufcbr.com

Comentários