Pré-Jogo

O United não fez um bom primeiro tempo neste domingo e só foi para o intervalo com vantagem no marcador porque aos 14 minutos o trio de arbitragem não marcou impedimento de Ashley Young, mas marcou pênalti bastante contestável e explusou Derry. Os Red Devils voltaram melhor para a segunda etapa e criaram várias chances. Em uma delas, aos 23 minutos, Scholes que fez uma ótima partida acertou belo chute de fora da área e ampliou.

1° Tempo

E começa o espetáculo no Teatro dos Sonhos. Logo no começo em cobrança de escanteio na área, Evans desviou de cabeça e Hill evitou o gol do United nos minutos iniciais da partida. E já nos primeiros minutos o Man Utd pressionava muito o time adversário. Com isso um fato interessante aos 6 minutos, o Manchester Utd apresentava 60% e o Queens Park Rangers tinha 40% de posse de bola.

E asos 13 minutos, Young recebeu passe na área e Derry cometeu a penalidade, além de ter sido mandado para o chuveiro mais cedo. Rooney cobrou e fez United 1 x 0 Queens Park Rangers.

Logo após o gol o Man Utd não reduzia o pé e tocava bem a bola, procurando mais chances de ampliar o placar. Mas aos 32 minutos levou susto, em lance infantil de Rafael. O brasileiro perdeu a bola, Taarabt entrou na área, mas chutou travado por Evans.

Depois desse susto, o Man Utd controlava mais a partida. Em outro lance, Welbeck recebeu passe na área, chutou com força, mas a bola bateu em Ferdinand. Essa tinha endereço certo.

Fim do primeiro tempo, o United ia vencendo o Queens Park Rangers por 1 a 0.

2° Tempo

Recomeça o espetáculo no Old Traford, e logo no início da segunda etapa, em lance polêmico, cruzamento rasteiro e Welbeck completou para o gol, mas o auxiliar, bem no lance, marcou impedimento.

Aos 14 minutos Scholes deu ótimo passe para Rafael, que chutou em cima de Kenny. A bola ainda acerta o travessão. Com toda pressão que o United empunhava sobre o adversário, aconteceu o que estava consumado. Scholes que fazia uma partida incrível, chutou de fora da área e mandou no canto do gol, sem chances para Kenny. 2×0.

O United ampliava a vantagem. Queens Park Rangers tentava tocar bem a bola, mas pouco avançava para o ataque. Logo após o gol, Carrick chutou de fora da área e a bola acerta o poste direito do gol adversário.

Já se aproximava o fim do jogo e o Manchester United tocava bem a bola, mas segurava o ritmo do jogo e pouco atacava.

O Manchester United tinha 69% de posse de bola, enquanto o QPR detinha apenas 31%.

Fim de jogo, e United vence o QPR em um baile que deu os Diabos Vermelhos, abrindo vantagem de oito pontos sobre o segundo colocado do Campeonato Inglês, o rival Manchester City, que perdeu para o Arsenal por 1×0, neste domingo.

Por Gláucio Monteiro
www.mufc.com.br

Comentários