Competições

» O JOGO

Estreiando na temporada 2020/2021, uma semana semana após os adversários, devido a campanha até as semifinais da Europa League na temporada passada, o Manchester United recebeu o Crystal Palace no Old Trafford. O confronto iniciou equilibrado, com cada equipe procurando o momento exato para atacar. A equipe visitante não esperou muito para subir ao ataque e aproveitando a falta de ritmo do United, abriu o placar aos 6 minutos, Schlupp recebeu na esquerda, avançou até a linha de fundo e cruzou rasteiro, a bola passou por toda a área e o Townsend aproveitou para chutar cruzado, sem chance de defesa para o De Gea.

Com o gol sofrido, o United buscava sair para o jogo, contudo encontrava dificuldades para impor seu jogo. O primeiro lance de perigo do United aconteceu aos 19 minutos, com Pogba recebendo passe do Rashford no lado esquerdo do ataque, se livrando do marcador e chutando no canto direito, mas o Guaita defendeu sem perigo. Dois minutos depois, foi a vez do McTominay arriscar o chute cruzado pela esquerda, agora com mais perigo, porém saindo pela linha de fundo. O Crystal Palace foi se fechando e passou a sofrer mais investidas, além de não conseguiu oferecer perigo.

O United passou a ter controle da partida, com mais posse de bola e troca de passes, contudo não conseguia oferecer perigo, quando conseguia finalizar, o chute não chegava com chances de se transformar em gol, como aconteceu aos 25 minutos, quando Bruno Fernandes recuperou a bola na entrada da área e arriscou o chute, que desviou na defesa e chegou fraco para o Guaita. O que se viu depois foi uma partida onde o United tinha posse de bola, cercava o adversário, mas não conseguia finalizar. A melhor chance ficou com o Palace, que 45 minutos teve uma nova oportunidade de marcar, com Ayew invadindo a área, driblando o McTominay e chutando forte, mas o De Gea fez grande defesa com apenas uma mão, evitando o gol adversário.

» SEGUNDO TEMPO

Na volta para segunda etapa, o United voltou com Greenwood no lugar do Daniel James, na tentativa de ter mais poder ofensivo. O Crystal Palace voltou com a ideia de jogar recuado e sair no contra-ataque, assim conseguindo a primeira chance no segundo tempo, quando o Ayew conseguiu ficar com a bola no meio, avançou e chutou da entrada da área, mas o chute não ofereceu perigo ao De Gea, aos 48 minutos. A resposta red devil aconteceu aos 50 minutos, em mais um chute de fora da área, agora com o Pogba, que saiu fraco e chegou fácil para defesa do Guaita. Assim como na primeira etapa, o United tinha mais posse de bola, mas encontrava muitas dificuldades para chegar com perigo.

O Crystal Palace jogando no contra-ataque, conseguia criar boas oportunidades, porém as finalizações passavam longe de oferecer perigo. O United voltou a finalizar aos 59 minutos, Fosu-Mensah cruzou para o Greenwood, o camisa 11 subiu sozinho, mas a cabeçada passou longe do gol. Uma nova oportunidade surgiu aos 67 minutos, com Lindelöf aproveitando a bola desviada em cobrança de escanteio, mas o chute passou longe do gol. Dois minutos depois, o Crystal Palace subiu ao ataque, o Ayew tentou o cruzamento e a bola bateu no braço do Lindelof e ficou com o De Gea. O VAR analisou o lance e o árbitro foi chamado para olhar o vídeo, o pênalti foi marcado, o Ayew foi para cobrança e chutou no lado direito, o De Gea fez a defesa, o VAR identificou que o De Gea se adiantou e a cobrança foi repetida, o Zaha cobrou alto no lado direito.

O United chegou a diminuir a desvantagem, com o estreante van de Beek aproveitando o cruzamento do Fosu-Mensah que foi cortado pela zaga e chutou cruzado para marcar seu primeiro gol com a camisa red devil, aos 80 minutos. Com o gol marcado, Solskjaer colocou o Ighalo em campo, tirando o Fosu-Mensah, contudo a tentativa de fazer a equipe buscar o empate recebeu um balde de água fria aos 84 minutos, com o terceiro gol da equipe visitante, que aproveitou uma jogada pelo lado direito, com o Zaha recebendo na entrada da área, ganhando a disputa com o Lindelöf e chutando no canto direito do De Gea, que nem pulou. O United tentou durante diminuir nos minutos finais, mas não conseguiu e iniciou a temporada 2020/2021 com derrota em pleno Old Trafford.

Detalhes

Escalações

Manchester United: De Gea, Fosu-Mensah (Ighalo 80′), Lindelöf, Maguire, Shaw; McTominay, Pogba (van de Beek 66′); Daniel James (Greenwood 45′), Rashford, Bruno Fernandes e Martial

Crystal Palace: Guaita, Ward, Kouyaté, Sakho, Mitchell; McArthur, McCarthy (Milivojevic 87′); Townsend, Schlupp (Eze 74′), Zaha e Ayew (Batshuayi 80′)

Gols

Manchester United: van de Beek (80′)

Crystal Palace: Townsend (6′) e Zaha (74′ e 84′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Fosu-Mensah (57′), Maguire (63′)

Crystal Palace: Ward (54′)

Comentários