O Jogo

O United pisou no gramado do Ewood Park nesta segunda-feira ciente do tropeço do City em casa diante do Sunderland, e sabendo que a vantagem na liderança poderia ser aberta para 5 pontos em caso de vitória, e o time de Sir Alex Ferguson cumpriu muito bem com suas pretenções, não oscilou, e bateu fora de casa o time do Blackburn, que em seus domínios, é um time complicado de se bater.

Ferguson surpreendeu ao colocar o time numa formação 4-3-3, com Jones no meio campo. O time não contava com seus tradicionais “wingers”, tendo somente Antonio Valencia, pelo lado direito.
E foi nesse setor que o United chegava com mais perigo. Aos cinco minutos, Rooney deu ótimo lançamento para Chicharito finalizar mal e desperdiçar boa chance para os Red Devils.
Aos 11, foi a vez de Valencia dar ótimo cruzamento rasteiro para Chicharito. O mexicano finalizou bem, mas o goleiro Paul Robinson fez grande defesa, tirando em cima da linha e evitando o primeiro gol do United.
O United dominava completamente as ações, controlava o jogo, mas não achava espaços para marcar, além de vantagem considerável na posse de bola.
Já nos momentos finais do primeiro tempo, o United sofreu para manter o placar intacto. O Blackburn cheagava com perigo nas cobranças de escanteio, obrigando De Gea a fazer 2 milagres já nos acréscimos. Um em chute de Hoilett, outro em cabeçada de Hanley.
Segundo Tempo
O segundo tempo mantinha o ritmo do primeiro, com o United buscando espaços na retranca dos Rovers, não obtendo muito sucesso.
Aos nove minutos, Rooney fez boa cobrança de falta, mas Robinson fez boa defesa. Logo depois, em chute de fora da área, Rafael obriga Robinson a novamente fazer grande defesa.
O Blackburn começava a gostar do jogo e queria manter o resultado, fazendo com que Sir Alex tivesse de ser mais ousado. O técnico escocês sacou Phil Jones e Chicharito, para colocar Welbeck e Giggs em campo. Mais tarde, foi a vez de Scholes dar lugar à Young, que entrou bem.
E aos 37, eis que o United mostra seu poder. Valencia recebe passe na direita, e em grande fase, parte pra cima da defesa e chuta forte. Gol do United. Falha de Robinson, que mal posicionado contribui pro gol de Antonio Valencia.
Com este resultado, o United apenas controlava as ações, e parecia que o Man Utd iria segurar este placar. Parecia. Minutos depois, Valencia toca para Young, no meio, girar em cima do marcador e bater forte no canto esquerdo do goleiro do Blackburn. Os Diabos Vermelhos ampliam em Ewood Park, delírio da torcida vermelha. 3 pontos na conta, 5 de vantagem na tabela, e o United cada vez mais próximo do 20º título.
Por Sayro Ribeiro
www.mufc.com.br

Comentários