article-2583492-1C63025300000578-529_634x389

Confesso que quando vi o nome de Ryan Giggs na escalação, me surpreendi e até senti medo. Reclamei, esbravejei mas, felizmente tudo deu certo e a Lenda, Ryan Giggs, calou a minha boca.

Giggs tem 40 anos de idade, e tornou-se o jogador mais velho a disputar uma partida pelos play-offs da Champions League.

Giggs foi de vital importância para a vitória do Manchester United na noite passada. Apesar do hat-trick de van Persie e das defesas espetaculares de De Gea, Giggs foi o melhor em campo. Jogou 90 minutos, tinha a vitalidade de um garoto, lutou com garra, deu carrinho para desarmar adversários e com toda sua classe deu passes essenciais como os dois que originaram os primeiros gols de Van Persie, ou a cabeçada de Rooney que morreu nos pés da trave.

O fato é que Ryan Giggs foi fantástico. E foi assim que seu chefe, David Moyes, o descreveu. Os boatos de que os dois haviam tido um desentendimento foram desmentidos durante a semana e após a partida de ontem David Moyes deu uma entrevista e disse o porque de ter escalado Ryan Giggs.

“Depois do resultado de domingo(contra o Liverpool) eu pensei taticamente e vi que precisava dele para realizar um determinado papel contra o Olympiakos, que ele sabia e fez muito bem” – disse Moyes.

“É incrível o número de jogos que ele participou na Champions League. Ele é fantástico, dos seus passes surgiram dois gols, ele é um jogador fora de série. Agora, sabemos que não vai durar para sempre e temos de encontrar um novo Ryan Giggs e usar outros jogadores, mas esta noite precisávamos da sua experiência.”

E por fim, Moyes comentou sobre o resultado da partida e reconheceu, mais uma vez, que a temporada não está sendo das melhores para os Red Devils.

“Esta foi a resposta dos jogadores depois do jogo de domingo. Disse aos jogadores na segunda-feira que hoje íamos vencer por 3 a 0 e dar algo de volta aos torcedores. Eles têm sido incríveis e mereciam, porque não temos feito grandes jogos” – finalizou.

Por Walter Junior
www.mufcbr.com

Comentários