Competições

» O JOGO

Após a goleada histórica diante do Southampton, o Manchester United voltou para o Old Trafford para enfrentar o Everton, pela 23º rodada da Premier League. Antes do início da partida, foi respeitado um minuto de silêncio em respeito as 23 vítimas do desastre de Munique, onde 8 jogadores e 3 membros da equipe do United perderam suas vidas. Com a bola rolando, as equipes mantinham a partida equilibrada, pois com elencos qualificados, qualquer erro poderia permitir uma grande oportunidade para gol, o que resultou nas equipes sem finalizarem com perigo até os 20 minutos.

Se impondo e encontrando mais espaços, o United passou a oferecer mais perigo, primeiro com Greenwood que fez uma boa jogada pela direita e entrou, mas errou a finalização aos 21 minutos. Quando voltou a encontrar espaço, a equipe red devil abriu o placar dois minutos depois, após jogada iniciada pela direita e com direito a tabela entre Rashford e Bruno Fernandes, que terminou com cruzamento do camisa 10 para Cavani, que dentro da pequena área cabeceou para tirar do Olsen e balançar as redes do Everton. O Everton tentava voltar a equilibrar as ações ofensivas, mas encontravam dificuldades para sair da boa marcação adversária. Com muita posse de bola e trocando muitos passes, o United controlava a partida.

Os visitantes tiveram a primeira chance aos 41 minutos, quando Lindelöf teve o chute bloquado e Richarlison aproveito que De Gea estava fora do gol para chutar da lateral, mas mandou para fora. No minuto seguinte Fred recebeu passe do Rashford e finalizou da entrada da área, mas o chute passou longe do gol. O segundo gol red devil aconteceu aos 44 minutos, Bruno Fernandes recebeu passe do Wan-Bissaka e chutou com muito efeito de fora da área para marcar um golaço no teatro dos sonhos. O Everton teve uma grande oportunidade de diminuir no minuto seguinte, Calvert-Lewin recebeu passe longo e da entrada da área chutou cruzado, porém a bola apenas passou próximo a trave, no último lance da primeira etapa.

» SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou agitada, logo no primeiro lance ofensivo, Shaw tabelou com Cavani e chutou da entrada no canto esquerdo do Olsen, que fez uma grande defesa evitando o terceiro gol red devil. Os Toffees responderam e conseguiram diminuir a desvantagem aos 48 minutos, quando Calvert-Lewin recebeu passe em profundidade e cruzou, De Gea fez o corte, mas a bola sobrou nos pés do Doucoré que chutou de primeira para marcar. Aproveitando o melhor momento na partida, o empate dos visitantes aconteceu aos 51 minutos, Doucoré ficou com a bola afastada pela zaga após cruzamento e deu passe para James Rodríguez chutar forte no canto esquerdo do De Gea.

Os comandados do Solskjaer mantinham mais posse de bola e ficavam mais tempo no campo adversário, contudo não conseguiam finalizar. Quando encontraram espaço, os red devils criaram um boa oportunidade aos 62 minutos, com o Rashford recebendo passe do Cavani, invadindo a área, mas teve o chute defendido pelo Olsen. Sem conseguir finalizar, o United aproveitou a bola parada para voltar a ficar em vantagem aos 69 minutos, cobrando falta pelo lateral esquerda, Shaw cruzou para o centro da área e McTominay desviou de cabeça, Olsen escorregou e não conseguiu evitar o gol red devil.

O United seguiu trocando passes e se mantendo no campo adversário e criou uma oportunidade aos 77 minutos, quando Bruno Fernandes deu passe para Rashford, o camisa 10 ficou sem ângulo, girou em cima dos marcadores e chutou forte, mas para longe do gol. O Everton não oferecia o perigo que levaram a equipe ao empate, contudo voltaram a assustar aos 85 minutos, quando Digne arriscou o chute cruzado e acertou a trave pela lateral, em lance que o De Gea recolheu o pé pela garantia de onde a bola iria. A partida estava controlada por parte do United até o último minuto, quando em cobrança de falta, Calvert-Lewin aproveitou o momento que a defesa do United ficou parada para chutar na saída do De Gea e empatar a partida.

Detalhes

Escalações

Manchester United: De Gea, Wan-Bissaka, Lindelöf, Maguire, Shaw; McTominay, Pogba (Fred 38′); Greenwood (Tuanzebe 92′), Rashford, Bruno Fernandes e Cavani

Everton: Olsen, Holgate, Keane, Godfrey, Digne; Davies (Iwobi 74′), Doucoré (Joshua King 80′), Gomes, James Rodríguez (Sigurdsson 68′), Richarlison e Calvert-Lewin

Gols

Manchester United: Cavani (23′), Bruno Fernandes (44′) e McTominay (69′)

Everton: Doucoré (48′), James Rodríguez (51′) e Calvert-Lewin (95′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Shaw (72′) e Tuanzebe (94′)

Everton: Keane (79′)

Comentários