Uma eliminação dolorida para todos os Red Devils, principalmente pelo bom resultado que conseguimos na Espanha e pelo que construíamos em Old Trafford antes da expulsao do Nani, sem contar que para um time com a nossa grandeza, a eliminação nas oitavas é muito precoce. Tenho a convicção de que conseguiríamos a classificação se não fosse esse cartão vermelho, mas no futebol, as vezes é assim mesmo.

O árbitro foi muito rigoroso, não achei que o lance merecia mais que um cartão amarelo. Não foi uma agressão, o Nani visa a bola e o toque no jogador foi acidental; pelo que me pareceu, ele não viu que o adversário chegava para disputar a bola; o que também não impedia que ele fosse mais cauteloso, mas imaginem a vontade do jogador em uma partida como essa.

A defesa também foi mal, principalmente nos lances dos gols do Real. Mas a verdade é que o time inteiro ficou perdido após a expulsão. E mesmo tendo estabilizado mais tarde e tido boas chances de gols, não foi suficiente.

Porém, é evidente a grande melhora que houve da última temporada até aqui. Éramos um time sem brilho e sem vontade, e principalmente nessa partida, mostramos muita raça.

Essa melhora do time não vai parar por aí, na próxima temporada tenho certeza que não será fácil segurar nossa equipe, e então, quem sabe possamos vencer mais uma Champions League. Mas, como até lá ainda tem tempo, é preciso desde já erguer a cabeça e continuar o bom trabalho dessa temporada.

Já temos compromisso nesse domingo, no Old Trafford, contra o Chelsea, pela FA CUP. É uma boa oportunidade para “esquecer” a eliminação. São 12 pontos na frente do City; essa taça provavelmente não perderemos. E vai ser mais do que merecida! GO UNITED!

Por Larissa Bezerra
www.mufcbr.com

Comentários