O que dizer sobre o jogo de hoje? Que chegamos a ter uma diferença de 8 pontos que agora é de 3? Que vencer o City é praticamente obrigação agora? Bom, a verdade é que não há muito pra dizer, apenas o que todo torcedor já sabe. O United tem vacilado demais. Reta final de campeonato não é hora de errar, isso pode custar muito caro. Ainda estamos em vantagem, mas vamos ter que vencer ou pelo menos empatar com o City na próxima rodada na casa deles, para continuar na liderança, já que eles derrotaram o Wolverhampton também nessa rodada.
Uma vitória do City no confronto direto igualaria o número de pontos, mas a liderança ficaria com eles devido ao saldo de gols.
A pergunta principal seria: Por que tantos erros? Por que as vezes o United não joga como um time com a grandeza que tem? Talvez seja confiança demais, talvez seja pouca confiança.
Difícil entender como um time que tem tudo para conquistar um campeonato tão importante como é a Premier League, vai deixando escapar as oportunidades de ganhar logo, e vai prorrogando o título para mais tarde.
Já passou da hora do time despertar
A questão é, que apesar de não termos o elenco dos sonhos, e nem sempre poder contar com todos os jogadores considerados titulares, o time poderia sim ter vencido algumas partidas, como a de hoje, por exemplo, com o plantel que temos. Então, o que falta é vontade? Impossível que seja isso, não pode faltar vontade de jogar pra um time que está próximo de conquistar a Premier League, considerada por muitos o melhor campeonato nacional do mundo. Acredito que o jeito de jogar esteja errado. O time joga muitas vezes recuado, quando faz gols o time relaxa, quando leva gols o time sente. Precisamos mais atitude, mais atenção, jogar mais como Manchester United.
Agora só nos resta esperar a partida contra o City, que vai ser essencial para decidir o rumo que vai tomar o campeonato. Precisamos melhorar muito para sair com a vitória, e não errar mais até que possamos soltar o grito de campeão. GLORY MAN UNITED!
Por Larissa Bezerra
www.mufc.com.br

Comentários