O jogo

A partida começou bem movimentada, mas quem dominava os ataques era a equipe do Everton, que aos 4 minutos chegou com perigo ao gol do United após chute do Jelavic. O domínio do Everton durou até os 8 minutos iniciais, quando o Manchester United começou a tocar a bola e finalmente atacar. Aos 10 minutos o United chegou com certo perigo após chute cruzado do português Nani. Depois da tentativa do português, o United até que chegou algumas vezes com perigo ao gol, novamente com o Nani e com Scholes, mas tentativas com pouco perigo, já que as tentativas foram todas de fora da área.

A equipe do Everton mesmo sofrendo pressão não parava de atacar, já sem aquela toda intensidade do início da partida, mas sempre com um pouco de perigo e depois de tanto pressionar o Everton abriu o placar aos 33 minutos, Hibbert encontrou Jelavic dentro da área, cabeçeou e encobriu o goleiro De Gea, a bola bateu na trave antes de balançar as redes. Após sofrer o gol a equipe do United passou a pressionar e atacar ainda mais, e por pouco quase empatou a partida aos 35 minutos, após chute do Scholes que desviou no Welbeck e por pouco não enganou o goleiro Howard que fez bela defesa no centro no gol.

O Manchester United, finalmente, chegou ao empate após cruzamento do Nani que encontrou Rooney dentro da área, o camisa 10 só teve o trabalho de pular e cabeçear pra o fundo das redes do gol do Everton, após o gol pouco mudou a partida e o primeiro tempo terminou empatado em 1X1.

Segundo Tempo de gols e apagão do United

A partida recomeçou da mesma maneira que terminou o primeiro tempo, com o Everton pressionando mais que o United. A partida estava muito disputada, apenas na questão da marcação pois ambas equipes pouco atacavam, mas aos 12 minutos após confusão na zaga do Everton o português Nani tocou para Welbeck que cortou a marcação e chutou colocado o Tim Howard não conseguiu chegar na bola e o Welbeck marcou um golaço, o United virou o placar e ganhou confiança na partida.

A confiança foi tão imensa que trê minutos depois, após bela troca de passes entre Nani, Carrick e Welbeck a bola ficou com o português que mandou uma cavadinha e encobriu o Howard, golaço que lembrou o segundo gol do United na vitória por 3X2 na final da Community Shield, que curiosamente também foi marcado pelo o português Nani. Com 3X1 no placar a equipe do United deu uma certa relaxada na partida e permitiu que o Everton diminuisse a vantagem no placar, quando o Hibbert fez belo cruzamento e o Fellaini mandou de primeira, sem chances para o De Gea, golaço do Everton. Com o gol a partida começou a ficar mais intensa e três minutos após sofrer o gol, o United marcou com Rooney, fazendo 4X2 no placar.

O grande mistério da partida era entender o motivo de toda vez que o United marcava um gol a equipe recuava e sofria com a pressão do Everton, a pressão foi tanta que em dois minutos o United sofreu o empate, aos 38 minutos após o Evans dá belo passe de cabeça para o Jelavic, que ficou cara a cara com De Gea e não teve trabalho algum para diminuir a vantagem do United.

Quando todos pensavam que o United iria melhorar a marcação e tentar atacar, eis que o time apagou em campo e após torca de passe dentro da área do United o Fellaini tocou para o Piennar, que chutou no canto direito do De Gea, incrivelmente o Everton conseguiu um histórico empate por 4X4 no Old Trafford. Mesmo com 5 minutos de acréscimo o Manchester United não conseguiu a vitória e agora terá que torcer para um tropeço do City que irá jogar contra o Wolverhampton às 12:00 no Molineux, caso o city vença a partida o United não poderá pensar em derrota para o City, que seria líder pelo saldo de gols.

Por Anderson dos Santos
www.mufc.com.br

Comentários