Competições

» O JOGO

Um clássico muito aguardado durante toda semana, as duas equipes mais vitoriosas do futebol inglês se enfrentaram pela 18º rodada da Premier League ocupando as primeiras posições e na busca pela liderança. Para o United, seria a chance de abrir vantagem na liderança, enquanto que para o Liverpol seria a oportunidade de assumir a liderança graças aos critérios de desempate. Os donos da casa começaram melhor a partida, pressionavam muito, encontravam espaços para subir ao ataque e mantinham a bola no campo de ataque, enquanto que o Manchester United se fechou e não conseguia encaixar nenhuma jogada ofensiva.

O Livepool criou muitas chances, contudo as finalizações não ofereciam perigo, os red devils tentaram muito os passes em profundidade, porém os impedimentos atrapalhavam as jogadas e assim a equipe não conseguia finalizar. O primeiro lance de real perigo só aconteceu aos 33 minutos, quando Bruno Fernandes cobrou falta frontal, mas que passou muito próximo ao gol. A resposta do Liverpool aconteceu no mesmo minuto, com Salah recebendo passe em profundidade pela esquerda, avançou em velocidade e deu passe para Firmino, que chutou de primeira no meio do gol, facilitando a defesa do De Gea.

Quando o ritmo mudou, o Liverpool não conseguia mais criar jogadas ofensivas, enquanto que o United encontrava mais espaços para atacar, contudo seguindo parando nos impedimentos e com isso ninguém oferecia perigo aos goleiros. Por mais movimentada que estivesse, as duas equipes ficaram longe de abrir o placar e a primeira etapa se encerrou sem a rede balançando, com várias finalizações longe do alvo, além de vários lances de impedimentos que contribuíram para um resultado bem abaixo das expectativas.

» SEGUNDO TEMPO

As equipes voltaram na mesma pegada do primeiro tempo, novamente com o Liverpool mais ativo no campo de ataque, enquanto que o United seguia buscando nos passes em profundidade, a oportunidade de poder marcar, contudo não conseguia furar o bloqueio adversário. Com dificuldades para chegar finalizar, Solskjaer colocou Cavani no lugar do Martial aos 60 minutos, a equipe seguiu com dificuldades para finalizar, mas conseguiu aos 64 minutos, com Bruno Fernandes arriscando o chute de fora da área, mas o Alisson defendeu sem perigo no meio do gol.

Os reds chegavam mais vezes ao campo de ataque, os red devils seguiam com dificuldade na saída da bola. Apesar da dificuldade para chegar ao ataque, o United criou uma boa oportunidade aos 74 minutos, quando Rashford iniciou a jogada pela esquerda e deixou para o Shaw, que cruzou rasteiro para o Bruno Fernandes chutar de primeira e parar boa defesa do Alisson. A resposta do Liverpool aconteceu aos 77 minutos, com Thiago chutando forte de fora da área, mas o De Gea fazendo grande defesa.

Com uma melhora nos minutos finais, o Manchester United conseguia ser mais atuante no campo de ataque, criando uma boa oportunidade com Pogba, quando o francês recebeu passe do Wan-Bissaka dentro da área e chutou forte, parando na grande defesa do Alisson, que evitou o gol red devil aos 82 minutos. Apesar das substituições e investidas das equipes nos minutos finais, a partida acabou empatada sem gols, em um resultado que é melhor para equipe red devil, que se mantém na liderança isoladada da Premier League.

Detalhes

Escalações

Liverpool: Alisson, Arnold, Henderson, Fabinho, Robertson; Wijnaldum, Thiago Alcantara, Shaqiri (Jones 75′); Salah, Mané e Firmino (Origi 84′)

Manchester United: De Gea, Wan-Bissaka, Lindelöf, Maguire, Shaw; Fred, McTominay; Rashford, Pogba, Bruno Fernandes (Greenwood 89′) e Martial (Cavani 60′)

Cartões Amarelos

Liverpool: Shaqiri (32′) e Fabinho (65′)

Manchester United: Rashford (93′)

Comentários