Competições

» O JOGO

Após o frustante empate diante do Leicester, o Manchester United recebeu o Wolverhampton no Old Trafford, pela 16º rodada da Premier League. O adversário vem sendo uma pedra no caminho red devil, que não o venceu nas últimas quatro partidas pela Premier League. O confronto começou com o United tomando conta da partida, mantendo muita posse de bola e cercando muito a área adversária, contudo não conseguindo finalizar. Os Wolves faziam uma partida onde esperava espaços para poder subir ao ataque, porém quando conseguiu trocar passes, finalizou com perigo aos 10 minutos, Vitinha arriscou o chute de fora da área, mas o chute no centro do gol ficou fácil para defesa do De Gea.

Com o primeiro lance de perigo na partida, os visitantes seguiram pressionando e novamente chegaram com perigo aos 12 minutos, agora com Rúben Neves chutando forte da entrada da área, mas que foi afastado pelo De Gea. Os comandados do Solskjaer voltaram a ter mais controle da partida, porém seguiam sem oferecer perigo ao goleiro Rui Patrício, que só trabalhou aos 33 minutos, quando Greenwood levantou a bola na segunda trave, Bruno Fernandes finalizou com perigo, mas o goleiro português fez grande defesa, evitando o gol red devil. A resposta do Wolverhampton aconteceu aos 38 minutos, após cobrança de falta pela direita, Saïss se antecipou a marcação e desviou com muito perigo, mas o De Gea fez grande defesa.

As equipes criaram muito, o United manteve mais posse de bola, entretanto apostando muito nas jogadas pelo lado, mas que pela falta de agilidade, permitia a recuperação da zaga adversária. Os Wolves apostavam muito na velocidade para puxar contra-ataque, criando boas oportunidades, porém errando o passe na última parte do campo e assim a primeira etapa se encerrou sem gols.

» SEGUNDO TEMPO

Se a primeira etapa foi sem emoções, as segunda etapa começou fria como a noite em Manchester. Os red devils voltaram com Shaw no lugar do Alex Telles, que sentiu lesão. O Wolverhampton jogando mais recuado e sem criação no meio, tentou mudar a situação com a entrada do Podence aos 54 minutos, contudo nenhuma das substituilções surtiam efeito e a partida seguia sem lances que pudessem resultar em gol. O recuo dos visitantes dificultava a partida red devil, que não conseguia furar uma defesa com 5 jogadores, formada pelos alas que recuavam para recompor o sistema defensivo.

O primeiro lance de finalização da segunda etapa aconteceu aos 63 minutos, quando Rashford aproveitou o passe por alto do Pogba, mas o cabeceio passou muito longe. O United subiu mais as linhas e chegou a abrir o placar aos 69 minutos, mas o Cavani estava impedido e o lance foi anulado pela arbitragem e a posição irregular foi confimada pelo VAR. Encontrando um pouco mais de espaço, os comandados do Solskjaer arriscaram chutes de fora da área, o primeiro aos 74 minutos, quando Pogba aproveitou o passe do Bruno Fernandes e chutou de longe, mas o Rui Patrício conseguiu fazer a defesa no canto sem grange problema. Dois minutos depois foi a vez do Martial arriscar o chute, mas que passou bastante longe do gol.

Com muita pressão adversária, o Wolverhampton não conseguia oferecer perigo, criando sua primeira chance de perigo no segundo tempo, apenas aos 80 minutos, quando Aït-Nouri avançou pela esquerda e chutou cruzado, o De Gea fez a defesa e a zaga afastou a bola. A partida se encaminhava para terminar empatada, mas aos 92 minutos, Bruno Fernandes deu um belo lançamento para Rashford no lado direito, o camisa 10 do United entrou na área e chutou cruzado, a bola desviou nas costas do Saïss e tirou qualquer chance de defesa do Rui Patrício, a equipe adversária até tentou se recuperar, mas a última partida no Old Trafford terminou com a vitória red devil.

Detalhes

Escalações

Manchester United: De Gea, Wan-Bissaka, Bailly, Maguire, Alex Telles (Shaw 45′); Pogba, Matic; Greenwood (Martial 63′), Rashford, Bruno Fernandes (McTominay 94′) e Cavani

Wolverhampton: Rui Patrício, Kilman, Coady, Saïss; Hoever, Rúben Neves, Vitinha (Podence 54′), João Moutinho, Aït-Nouri; Traoré e Pedro Neto (Fábio Silva 67′)

Gols

Manchester United: Rashford (92′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Rashford (49′)

Wolverhampton: Rui Patrício (72′)

Comentários